Turismo

Cataratas do Iguaçu


Visitar as Cataratas do Iguaçu é uma experiência de imersão na natureza, através de uma caminhada em trilhas no meio da mata e a proximidade iminente da imensidão das quedas d’água do Rio Iguaçu.
As Cataratas do Iguaçu recebem anualmente mais de 1 milhão de visitantes, sendo mundialmente reconhecidas pela sua beleza. Localizadas dentro do Parque Nacional do Iguaçu, na fronteira entre Brasil e Argentina (nas cidades de Foz do Iguaçu e Puerto Iguazú), possui uma estrutura qualificada para o recebimento do turista, com centro de visitantes, estacionamento, hotel, restaurante, ônibus internos, passeios adicionais, lojas de lembranças, praça de alimentação e trilha de caminhada para acesso às quedas.
Existem duas opções para se conhecer as Cataratas do Iguaçu: pelo lado brasileiro ou pelo lado argentino. São passeios separados, ou seja, para cada um você terá que pagar um ingresso, mas vale o preço, já que são experiências com perspectivas diferentes. O acesso às Cataratas do Iguaçu pelo Brasil, é feito através do Parque Nacional do Iguaçu, e pela Argentina, através do Parque Nacional Iguazú, neste caso é necessário ingressar no país através da Aduana, sendo essencial os seus documentos pessoais.

Parque das Aves


O Parque das Aves é um Centro de Conservação Integrada de Aves da Mata Atlântica e o segundo atrativo mais visitado de Foz do Iguaçu, onde o visitante pode ter contato próximo com aves da Mata Atlântica em viveiros de imersão, durante uma caminhada que une o contato com a natureza e o conhecimento. Localizado próximo ao Parque Nacional do Iguaçu, onde ficam as Cataratas do Iguaçu, o Parque das Aves é um dos maiores parques de aves da América Latina, cujo principal trabalho é a conservação das 120 espécies de aves da Mata Atlântica em algum risco de extinção.
Como é o passeio no Parque das Aves
O passeio tem duração média de 1 a 2 horas de caminhada num ambiente de mata nativa, com trilhas de acesso aos viveiros. Alguns viveiros são de observação, enquanto em outros o visitante pode entrar. Durante a caminhada, além das aves, ainda existem espaços de repteis e borboletas, finalizando com uma lanchonete e loja de lembranças.
Além do passeio tradicional, atualmente existem passeios adicionais que são conhecidos como Experiences, um deles mostrando o “Backstage”, com informações técnicas de como funciona o Parque das Aves, e o outro uma celebração da “Floresta”.

Usina de Itaipu


A grandeza de um feito histórico da construção humana é a imersão que a experiência de conhecer a Usina de Itaipu permite. Sentir-se pequeno frente a uma gigantesca obra de engenharia, que pode ser admirada de perto, é parte de ver-se neste passeio.
A Usina Hidrelétrica de Itaipu Binacional é reconhecida como uma das maiores obras da engenharia moderna, sendo a maior usina hidroelétrica em produção do Mundo, e durante muito tempo, também foi a maior em tamanho. Uma construção monumental que hoje é um dos principais pontos turísticos de Foz do Iguaçu, com um atendimento turístico organizado e um serviço qualificado, que conta com várias opções de atrações tanto nas áreas da engenharia, como na tecnologia, na natureza e no resgate histórico da região.
Como é o passeio
A “Visita Panorâmica”, é o passeio tradicional da Usina, e começa no Centro de Visitantes com um filme apresentado numa sala de cinema, que conta a história da construção da barragem, e um pouco do atual trabalho de Itaipu. Após a projeção, os visitantes são levados de ônibus para dois mirantes de observação, que permitem diferentes pontos de vista da construção, e o passeio termina passando ao lado, e sobre a barragem quando também há a vista do Lago de Itaipu.

Compras no Paraguai


Quem nunca ouviu sobre as famosas “compras no Paraguai”, principalmente durante os anos 80 e 90? Hoje a realidade local é outra, mas fazer compras em Ciudad del Este (Paraguai) continua sendo tão entusiasmante quanto antes. Com centenas de lojas, milhares de produtos e muitos compradores que cruzam a Ponte da Amizade todos os dias.
Assim como os outros tradicionais passeios de Foz do Iguaçu, como as Cataratas do Iguaçu e a Usina de Itaipu, fazer compras em Ciudad del Este também é grande, com shoppings de lojas especializadas que vão desde roupas, perfumes e brinquedos, até eletrônicos e produtos de informática, e preços abaixo dos praticados no Brasil (na maioria das vezes). Comprar no Paraguai é uma experiência, que faz parte de visitar Foz do Iguaçu.
Ao planejar a sua viagem, é interessante saber que existem sites que disponibilizam informações e contatos de lojas, para uma pesquisa prévia de informações, mas lembre-se que os preços mudam conforme as condições do mercado e da cotação do Dólar.
O importante é ter paciência, e acompanhar o seu agente de viagem ou guia turístico, que poderá informar como aproveitar melhor o passeio, além de indicar lojas de confiança.
Como é o passeio
O acesso até Ciudad del Este acontece através da Ponte Internacional da Amizade, que cruza o rio Paraná, e pode ser atravessada a pé, de carro, moto-táxi, transporte turístico ou transporte público. As principais lojas se concentram nas ruas próximas, logo após a Aduana do Paraguai, e são mais facilmente acessadas com uma caminhada.
A maioria das empresas aceitam pagamentos em Real e Dólar, lembrando que os preços são geralmente calculados pela cotação do Paraguai. O retorno acontece novamente pela Ponte da Amizade, chegando à Aduana do Brasil, onde as compras deverão ser regularizadas.

Vale dos Dinossauros


Agora você pode ter uma experiência de estar entre dinossauros em Foz do Iguaçu. O Vale dos Dinossauros é um novo atrativo turístico na cidade, que leva o visitante para uma caminhada ao ar livre, com 20 dinossauros animatrônicos que possuem movimentos e sons. Um passeio divertido e educativo que mostra simulações robóticas em tamanho real de diversas espécies de dinossauros que viveram há milhões de anos atrás, com o destaque para um T-Rex com cerca de 12 metros de altura.
O Vale dos Dinossauros foi inaugurado em 2014, mas ainda está em fase de acabamento de detalhes que não interferem no passeio. E, faz parte do Foz do Iguaçu Park Show, um complexo que está sendo construído e terá diversos atrativos.
Como é o passeio
O passeio dura aproximadamente 45 minutos, com uma caminhada em uma trilha ao ar livre, que leva o visitante à passar por dinossauros animatrônicos (com movimentos robóticos) num ambiente natural, com a sinalização de cada espécie.

La Aripuca


La Aripuca é uma atração turística em Puerto Iguazú (Argentina), com objetivos educacionais e culturais, que demonstra a relação da convivência entre homem e natureza. A estrutura principal, que dá nome ao local, foi construída com enormes troncos de madeira de 30 espécies nativas resgatadas do comércio ilegal ou reaproveitadas de alguma maneira, sem que nenhuma das árvores tenha sido cortada para este fim.
Com cerca de 17 metros de altura e 500.000 kgs, o prédio reproduz em grande escala uma armadilha indígena tradicional conhecida como “arapuca”, utilizada na caça sustentável de animais para o consumo, que permite a soltura de animais impróprios que tenham sido capturados.
O local conta com mais 4 estruturas: Tacurú, uma loja de artesanatos construída com pedras locais e uma estética rústica; Yateí, uma loja de produtos locais construída como uma habitação rural; Cucurucho, um pequeno bar que entre outros se destaca pelos sucos e sorvetes, construído com uma estética similar à construções indígenas; e, Termitas, um restaurante que serve almoços com pratos regionais.
A família responsável pelo empreendimento também realiza um trabalho de proteção ambiental, através da contribuição dos “padrinhos de árvores“.
Como é o passeio
O início da visita é guiado, com informações iniciais sobre a atração. O passeio dura em média 1 hora, com uma breve caminhada por um ambiente natural, destacando-se La Aripuca, a principal construção do local. Próximo à esta, existem os prédios adicionais que funcionam como espaços gastronômicos e loja de artesanato local.

City Tour Foz do Iguaçu


Foz do Iguaçu agora conta com o famoso ônibus vermelho, um tour indispensável em uma cidade turística. Com a duração de 3 horas, o Foz do Iguaçu City Tour (Sightseeing) conta com três paradas: Marco das Três Fronteiras, Mesquita Islâmica e Templo Budista. Além de passar em mais de 30 pontos de interesse pelo percurso.
Acompanhados de um guia, os turistas passam por atrativos da cidade não tão explorados turisticamente, mas importante para a formação cultural e histórica da cidade. O passeio tem início na Avenida Brasil, e, de lá, os visitantes seguem conhecendo a história de alguns locais importantes da área central de Foz do Iguaçu, como o antigo hotel Cassino, próximo a Marinha.
Do centro, o ônibus parte até a área sul da cidade, mais precisamente ao Porto Meira. Lá, é realizada a primeira parada do passeio, no Marco das Três Fronteiras. Depois de alguns minutos para fotos é a vez de conhecer a Mesquita de Foz. De lá, o passeio segue até um dos maiores templos budistas da América Latina, para fazer a última parada.

Marco das Três Fronteiras

Se você conhecia o Marco antes da revitalização, atenção para os novos horários de entrada e preço dos ingressos.


O novo Marco das Três Fronteiras já pode ser considerado um dos mais belos e importantes pontos turísticos da cidade de Foz do Iguaçu. Revitalizado, com uma nova proposta, que integra tecnologia e história de uma forma única na cidade.
Inaugurado em 1903, o Marco das Três Fronteiras, é composto por três estruturas, uma em Foz do Iguaçu, uma em Ciudad del Este e a outra em Puerto Iguazú, que são caracterizadas pelas cores da bandeira de cada país. Depois de muito tempo esquecido no Brasil, foi completamente revitalizado no ano de 2015, e teve a segunda fase de revitalização concluída em dezembro de 2016, com a implantação de um novo projeto turístico.
O Marco das Três Fronteiras já era um dos principais pontos históricos da cidade de Foz do Iguaçu, onde encontram-se os rios Iguaçu e Paraná, porém mais do que isso, encontram-se três grandes nações da América do Sul: Argentina, Brasil e Paraguai. O Marco simboliza um pouco da realidade da região, onde as fronteiras são tão próximas e presentes, que por vezes parecem não existir.
O novo passeio, agora com a cobrança de ingresso, é uma experiência diferente para os turistas. As novas construções homenageiam as Missões Jesuíticas, e toda a ambientação visual e sonora do passeio direciona o foco do visitante para a história do desbravamento da região de Foz do Iguaçu, incluindo uma belíssima projeção de 12 minutos sobre Cabeza de Vaca, o primeiro homem branco a ver as Cataratas do Iguaçu em 1542 (que muitas vezes é esquecido pela própria cidade) e sobre a formação política e social da cidade.
No local também há um restaurante e um parque infantil que possibilitam mais algumas opções para os visitantes. A proposta do novo projeto é que o ponto turístico seja uma opção para o final das tardes e para as noites dos turistas, integrando cultura e história ao mais belo pôr do sol de Foz do Iguaçu.
Como é o passeio no Marco das Três Fronteiras
O atual formato do passeio é bastante contemplativo, assim o passeio leva em média um mínimo de 1 hora para ser aproveitado. O visitante passará por uma loja de lembranças e será colocado em uma ambientação histórica das Missões Jesuíticas, onde poderá assistir uma projeção memorial sobre o desbravador Cabeza de Vaca, e após poderá contemplar o Marco das Três Fronteiras brasileiro, e a beleza da natureza onde encontram-se a Foz do Rio Iguaçu e o Rio Paraná. Ao entardecer a paisagem é completada com um belíssimo pôr do sol.

Museu de Cera

Para moradores da região (municípios vizinhos ao Lago de Itaipu, Parque Nacional do Iguaçu, Ciudad Del Este e Puerto Iguazú), lembre-se de levar um comprovante de residência e um documento de identidade com foto para o desconto no ingresso.


Quem não quer ver de perto algumas personalidades do cinema, da televisão, do esporte, da política e da história? Esta é a experiência que o Museu de Cera Dreamland trouxe para Foz do Iguaçu, uma imersão em 16 cenários com dezenas de estátuas, que aproximam o visitante de um mundo de fantasia.
Algumas outras estátuas atualmente no museu são:
  • Mestre Yoda
  • Albert Einstein
  • Papa Francisco
  • Ayrton Senna
  • Michael Jackson
  • Mas não iremos estragar a surpresa das demais…
O Museu de Cera foi inaugurado em 2014, com um ótimo atendimento em um novo prédio que faz parte do Foz do Iguaçu Park Show, um complexo que está sendo construído e terá diversos atrativos.
Como é o passeio
O passeio dura aproximadamente 1 hora, com uma caminhada entre os 16 cenários criados para imersão dos visitantes, conhecendo as estátuas de dezenas de personalidades do mundo. E não é necessário a formação de grupos para iniciar o passeio.

Templo Budista


O Templo Budista fica localizado em uma privilegiada região alta da cidade, onde pode se ter uma visão de parte do centro da cidade de Foz do Iguaçu e de Ciudad del Este (Paraguai). A beleza do local permite um contato mais próximo com a filosofia Budista, e um momento de descanso durante a viagem.
O local foi construído em 1996, e hoje, nos jardins do templo existem mais de 120 estátuas, cada uma com o seu significado, sendo os destaques, uma estátua de Buda de 7 metros de altura, e um templo que cria um ambiente bastante especial para o local.
Como é o passeio
O passeio acontece com uma caminhada bastante silenciosa em um local aberto, com uma visão privilegiada de Foz do Iguaçu e Ciudad del Este, onde poderão ser apreciadas as mais de 120 estátuas, belos jardins, e a arquitetura do templo principal. É um bom local para descansar, em um momento mais introspectivo de sua viagem. Por estar localizado longe do centro, o acesso pode ser feito com uma agência de turismo.